Viagens à volta do meu umbigo. Histórias de uma mãe como as outras
Últimas

Quinta feira de caca

trinta e um de janeiro de...

É todo um requinte, este ...

António Pinóquio

Filha do meio

O sonho concretizou-se

Actividades Extra-Curricu...

Dias felizes

Dias tristes

Teias de aranha

É quando menos me apetece...

Correcção

O que tenho visto através...

Eid Mubarak!

Outra informação importan...

??

Como as pessoas acham que...

E depois de dois fins de ...

Todo um mundo novo

Ao fim de cinco anos dest...

Antigas

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2014

Novembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

mais sobre mim
Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2012
O (des) glamour do nosso dia a dia

Este é um post que vai desiludir todos aqueles que acham que em Abu Dhabi vivemos uma vida glamorosa e que os nossos dias são fielmente retratados pelas aventuras da Carrie Bradshaw e das suas amigas nestas terras árabes. Apesar de estarmos cá há quase 4 meses, ainda não fomos beber chá ao Emirates Palace, não passámos um fim de semana nas sete estrelas do Burj Al Arab nem desatámos a levantar barras de ouro naqueles ATM de barras de ouro. Eu (infelizmente) não passo os dias entre o cabeleireiro e o spa e, assim olhando de repente, temos uma vida bastante normal. O despertador toca às 6 da manhã, eu peço-lhe mais 10 minutos. Depois já não dá para adiar mais e arrasto-me ao quarto dos três para acordar dois deles. Normalmente não sou bem sucedida e acabam por acordar mesmo os três. Descemos para eu fazer os pequenos-almoços e os almoços para levarem nas marmitas (que não são bem marmitas, são antes umas mini-geleiras tipo camping-gaz que aí em Portugal seriam o topo da parolice mas que aqui se aceitam porque toda a gente tem). Depois fico com dois ou três cabelos brancos porque ninguém articula um músculo que seja para levar à boca, mastigar ou engolir o que quer que seja àquela hora da manhã. Vários berros e ameaças depois, damos o pequeno-almoço por terminado. Sobem, lavam os dentes e vestem os uniformes da escola (comigo sempre atrás deles a fazer a contagem decrescente das horas). Às 7h10 toca uma buzina lá fora. É o autocarro da escola que já está à espera. Correm portão afora e eu congratulo-me por ainda não ter sido desta que tive um AVC com tantos nervos para não fazer o autocarro esperar ou para não ter que os ir levar à escola no meu carro por causa dos atrasos. O António normalmente ou anda atrás de mim ou já tem também o bucho cheio porque o pai lhe deu o pequeno-almoço. Depois das 7h10, caso seja domingo, terça ou quinta, é altura de arranjar o António que  já vai à escola (que crescido!). Depois é deixar o Francisco no trabalho, o António na creche (e isto é coisa para me demorar aí meia hora) e depois respirar de alívio porque já estão todos entregues. E é aqui que eu me entrego ao ócio. NOT! Nesta altura já passarão uns minutos das 9 e é aproveitar para ir espalhar o ar da minha vida glamorosa para ..... O SUPERMERCADO. Compras e algumas tarefas da casa depois, rapidamente constato que é quase meio dia e que tenho que ir para casa almoçar porque vou buscar o António por volta da uma da tarde. Depois já se sabe, o pequeno dorme a sesta, chegam os mais velhos da escola no autocarro, lancham (desta vez à velocidade de gente normal) e lá vamos nós outra vez. Ballet, Karaté, Ginástica, Natação (dependendo dos dias, mas há actividades TODOS os dias). No fim das actividades voltamos para casa. Banhos, jantar e algum tempo para brincar entre umas coisas e outras e são 8 horas, mais do que horas de ir para a cama porque no dia seguinte o despertador volta a tocar às 6.

Claro que no meio destas coisas consigo organizar-me para ir tomar café com as amigas que já vou tendo, mas os planos de ir ao ginásio, ter a casa sempre com tudo em dia, conviver, enfim estabelecer rotinas têm ficado adiados e o brilho do Sexo e a Cidade fica lá, na televisão, enquanto a vida real nos aterra em cima, normalmente com muito pouco glamour.

Publicado por Vanda às 13:00
link do post | comentar | favorito
pesquisar
 
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
tags

a caminho dos três

a horta já tem direito a etiqueta e tudo

a vida em abu dhabi

a vida no bahrain

afonso

ai portugal portugal

amigos

ant

antónio

antonio

apartes

bebés

bloguices

casa nova

cinema

coisas minhas

coisas minhas pai xico

desabafos

ecologia

educação

escola

eu também posto sobre a crise

facebook

falar do tempo

falar do trânsito

familia

férias

férias em portugal

francisca

futebol mas só porque estamos em alturas

gripe a

língua árabe

living in london

mariana

médicos

música

natal em abu dhabi

natal no bahrain

os nossos dias

pai xico

passeios

por esta blogosfera fora

reclamações

são pedro

saudades

ser mae de 3

tomás

viagens

vida de mãe

vida no bahrain

todas as tags

À volta de outros umbigos