Viagens à volta do meu umbigo. Histórias de uma mãe como as outras
Últimas

Quinta feira de caca

trinta e um de janeiro de...

É todo um requinte, este ...

António Pinóquio

Filha do meio

O sonho concretizou-se

Actividades Extra-Curricu...

Dias felizes

Dias tristes

Teias de aranha

É quando menos me apetece...

Correcção

O que tenho visto através...

Eid Mubarak!

Outra informação importan...

??

Como as pessoas acham que...

E depois de dois fins de ...

Todo um mundo novo

Ao fim de cinco anos dest...

Antigas

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2014

Novembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

mais sobre mim
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010
Note to self - a felicidade é aqui e agora

Post mais ou menos em jeito de resolução de ano novo. Estou farta de olhar para trás e achar que o que tinha era melhor que o que tenho hoje em dia. Não quero estar permanentemente insatisfeita. Estou cansada daquele sentimento tipo Variações de que só estou bem onde não estou e só quero ir onde não vou. Sei que isto só depende de mim e por isso quase que me apetece pôr este post no cabeçalho do blog ou no alarme do telemóvel para todos os dias me lembrar disto. Vivo no deserto. É verdade. No meio de gente pouco civilizada cujas noções de democracia ou direitos humanos ficam muito aquém do que se considera razoável. Ok. Os miudos não andam completamente felizes na escola e têm saudades de casa. É normal, passaram só 3 meses e ainda estamos todos a ajustar-nos. A verdade é que em Portugal passava a semana sozinha com eles porque o Francisco estava a mais de 300 km de distância, trabalhava num sítio onde não me sentia realizada e os miudos passavam quase 10 horas por dia na escola. Também não era ideal. Aqui estamos todos juntos, com muito mais tempo uns para os outros. O Francisco viaja imenso, é verdade, mas as semanas que aqui passamos com ele são completas: trabalha das 9 às 5 e temos tempo uns para os outros. Isso deixa-me feliz. O António vai nascer num país onde não percebo muitas das coisas que me dizem, em que a maioria dos médicos provém de países que não têm grande fama pela sua qualidade de ensino, onde provavelmente vai ser uma salganhada dos diabos para o registar como cidadão português e fazer-lhe um passaporte. Mas vou ter uma licença de maternidade até me apetecer. Vou estar com ele a 100% na fase mais importante do seu desenvolvimento. Vou poder matar saudades da minha casa portuguesa e dos amigos e família duas vezes por ano se essa for a vontade de todos. E qualquer dia vou conseguir chamar a este sítio, ou qualquer outro onde estejamos, CASA. Porque a minha casa é onde todos estivermos, juntos e em família.

Publicado por Vanda às 20:24
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 6 de Janeiro de 2010 às 21:35
MAI NADA!!!!!!
De Paula Santos a 10 de Janeiro de 2010 às 17:28
Querida Vanda, Vanda que é o teu nome, como tão bem disse o Afonso:

Gosto muito de ti. Admiro-te ainda mais.
E, tal como canta a Mariza , «...Há gente que fica na história, na história da gente. E outros de quem nem o nome lembramos ao ouvir...».
Obrigada, Vanda. Tu estás na minha "História", no meu Caminho.

Tu és feliz! Respiro, sinto, cheiro, percepciono isso tão... Naturalmente.

"A Felicidade está onde estiveres e naquilo que fizeres. A Felicidade é uma questão de escolha."

Sorry ... Desconheço o autor mas... Gosto.

Um Abraço forte.

Comentar post

pesquisar
 
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
tags

a caminho dos três

a horta já tem direito a etiqueta e tudo

a vida em abu dhabi

a vida no bahrain

afonso

ai portugal portugal

amigos

ant

antónio

antonio

apartes

bebés

bloguices

casa nova

cinema

coisas minhas

coisas minhas pai xico

desabafos

ecologia

educação

escola

eu também posto sobre a crise

facebook

falar do tempo

falar do trânsito

familia

férias

férias em portugal

francisca

futebol mas só porque estamos em alturas

gripe a

língua árabe

living in london

mariana

médicos

música

natal em abu dhabi

natal no bahrain

os nossos dias

pai xico

passeios

por esta blogosfera fora

reclamações

são pedro

saudades

ser mae de 3

tomás

viagens

vida de mãe

vida no bahrain

todas as tags

À volta de outros umbigos