Viagens à volta do meu umbigo. Histórias de uma mãe como as outras
Últimas

Quinta feira de caca

trinta e um de janeiro de...

É todo um requinte, este ...

António Pinóquio

Filha do meio

O sonho concretizou-se

Actividades Extra-Curricu...

Dias felizes

Dias tristes

Teias de aranha

É quando menos me apetece...

Correcção

O que tenho visto através...

Eid Mubarak!

Outra informação importan...

??

Como as pessoas acham que...

E depois de dois fins de ...

Todo um mundo novo

Ao fim de cinco anos dest...

Antigas

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2014

Novembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

mais sobre mim
Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009
Nós por cá

Os dias passam rápido, até porque ainda nos estamos a habituar a acompanhar as horas solares. O Sol nasce por volta das quatro e meia da manhã e põe-se por volta das cinco e meia da tarde. Acho que os miúdos já se estão a habituar a acompanhar o sol porque nestes dois últimos dias estão a pé às seis da manhã. Nos últimos dias temos também jantado por volta das 7 da tarde, mas eles não conseguem adormecer cedo. Ficam na brincadeira e só adormecem por volta das 10 da noite.

As escolas só começam a 4 de Outubro para as crianças com menos de 6 anos, por decisão dos Ministérios da Educação e Saúde, que temem o contágio da Gripe A devido ao grande número de crianças estrangeiras que por aqui vivem. Assim, ainda não temos escola para eles, o que tem sido para mim uma fonte de stress porque estamos muito em cima da hora e se não houver vaga nas escolas a que nos candidatámos, não sei como vai ser...

Como ainda não estão na escola ainda não se aperceberam bem das diferenças de cultura. Só se aperceberam das diferenças mais evidentes (vestuário e cor das pessoas) mas não estranharam por aí além.

Não temos contactado com muitas pessoas, fora alguns pais que encontramos aqui na zona de diversão das crianças. Depois da sesta costumamos levá-los à piscina e ao parque infantil, quando já está menos calor. A desvantagem é que anoitece cedo e não se aproveita tanto. Podemos acordar mais cedo, mas mesmo de manhã está muito calor para andar na rua. Todos nos dizem que a partir de Outubro refresca, continuamos à espera que isso aconteça.

Quanto ao 5º elemento, por enquanto é o que se porta melhor :-) Já fui a uma médica aqui e fiquei satisfeita. O Hospital não tem grandes luxos, mas tem uma boa política de nascimentos e muitas opções para as mães. A comunicação é que é mais difícil, porque a maior parte das pessoas que trabalham nos sítios são de origem paquistanesa, filipina ou indiana e às vezes não nos conseguimos entender uns aos outros.

 

Alugámos casa num sítio muito agradável, apesar de ser um bocado longe do centro da cidade. É uma ilha artificial, com pequenas praias e piscinas. Os prédios são baixinhos e as casas dão directamente para a praia. Nós estamos num apartamento, ou seja, não temos acesso directo à água, mas ainda assim é excelente. O centro da cidade e a maior parte das zonas residenciais são sítios feios, sem planeamento e com casas de todo o tipo ao lado umas das outras. Aqui nas ilhas já houve mais cuidado e é por isso que é um sítio muito agradável de se estar. É também habitada na sua maioria por estrangeiros. Não tem ainda muitos serviços, o que é uma desvantagem, mas está a crescer e qualquer dia não vai ser preciso sair daqui no dia a dia..

Publicado por Vanda às 08:31
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Susana a 23 de Setembro de 2009 às 23:03
Espero que continue tudo a correr sobre rodas.
Bjs aos 5

Comentar post

pesquisar
 
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
tags

a caminho dos três

a horta já tem direito a etiqueta e tudo

a vida em abu dhabi

a vida no bahrain

afonso

ai portugal portugal

amigos

ant

antónio

antonio

apartes

bebés

bloguices

casa nova

cinema

coisas minhas

coisas minhas pai xico

desabafos

ecologia

educação

escola

eu também posto sobre a crise

facebook

falar do tempo

falar do trânsito

familia

férias

férias em portugal

francisca

futebol mas só porque estamos em alturas

gripe a

língua árabe

living in london

mariana

médicos

música

natal em abu dhabi

natal no bahrain

os nossos dias

pai xico

passeios

por esta blogosfera fora

reclamações

são pedro

saudades

ser mae de 3

tomás

viagens

vida de mãe

vida no bahrain

todas as tags

À volta de outros umbigos